alterações cognitivas

Alterações Cognitivas no Parkinson Durante o Envelhecimento

em Parkinson por

 

O que é o envelhecimento cognitivo normal e como o portador de Parkinson se encaixa? Muitos atribuem as alterações cognitivas ao processo de envelhecimento. Mas, uma grande preocupação expressa por pessoas com Parkinson e seus parceiros é entender se os déficits cognitivos estão relacionados ao envelhecimento ou à Doença de Parkinson (DP).

As alterações cognitivas nas pessoas com Parkinson precisam ser comparadas a dados normativos e mudanças relacionadas à idade. Algumas, variações normativas para desempenho cognitivo já foram definidos para idosos e ao longo da vida.

Declínio cognitivo sem demência pode ocorrer durante o processo de envelhecimento para todos. Talvez porque processos neuropatológicos, como perda neuronal, deposição de amiloide, tau e α-sinucleína e alterações vasculares, frequentemente post-mortem, são comuns à medida que envelhecemos. A progressão do declínio cognitivo é um elemento-chave na atribuição de mudanças e processos subjacentes relacionados à doenças. Em geral, alterações cognitivas no envelhecimento “normal” não deveriam interferir em atividades cotidianas.

No entanto, pode ser difícil identificar algum declínio cognitivo leve através das atividades cotidianas em Parkinsonianos. Isto porque é muito difícil distinguir se os problemas nas atividades cotidianas são devidos a problemas cognitivos ou motores ou ambos.

No envelhecimento “normal”, problemas cognitivos tipicamente envolvem dificuldade com recordar e gerar palavras ou nomes (não encontrar as palavras que estão “na ponta da língua“). Déficits na recordação de palavras ou nomes, no entanto, também são comum na DP. Quando evidências objetivas acompanham mudanças cognitivas subjetivas sem um impacto substancial sobre função, isto é definido como CCL (Comprometimento Cognitivo Leve). E este conceito também é aplicado em PD.

Idosos apresentam maior variabilidade em testes cognitivos de desempenho. Particularmente em medidas rápidas (por exemplo, tempo de reação). Também apresentam declínio nas medidas de atenção (por exemplo, atenção dividida e memória de trabalho). Flutuações cognitivas, atenção prejudicada, lentidão e variabilidade de desempenho são marcas registradas de distúrbios provocados por Corpos de Lewy. Incluindo DDP (demência na Doença de Parkinson), em que os corpos de Lewy são exagerados em comparação com mudanças no envelhecimento normal.

Tendemos a achar que pessoas com Parkinson terão comprometimentos cognitivos maiores que não parkinsoniamos. Mas não há dados suficientes para comprovar esta teoria até o momento.

 

Fonte: Revista Nature.

alterações cognitivas
Alterações Cognitivas no Envelhecimento com Parkinson

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo