Discussão sobre Cognição em Portadores de Parkinson

em Parkinson por

Uma grande preocupação dos portadores de parkinson e seus familiares refere-se ao comprometimento cognitivo causado pela doença. Sabemos que nem todos são afetados por redução da capacidade cognitiva. O comprometimento cognitivo leve afeta aproximadamente 20 a 50% das pessoas com DP. Mas, este é um fator que causa estresse e ansiedade nos portadores desta condição e nas pessoas ao redor.

Familiares percebem tal comprometimento no dia-a-dia. Reportam para os médicos a falta de atenção e concentração, a não participação efetiva em atividades sociais, etc.

Para endereçar esta grande preocupação, em 2016, foi realizado um workshop sobre caminhos não farmacológicos para promover a manutenção das funções cognitivas nos portadores de Parkinson.

Participaram deste encontro muitos profissionais de saúde e pesquisadores que trabalham diretamente com portadores de Parkinson. Estavam presentes especialistas em neurologia, neuropsicólogos, educadores físicos, médicos, nutricionistas e enfermeiros. Os objetivos da conferência eram enteder os pontos abaixo e sua relação com a evolução da DP:

  1. Definição de problemas cognitivos na doença da Parkinson.
  2. Características e etiologia do comprometimento cognitivo da DP.
  3. Envelhecimento cognitivo normal versus do parkinsoniano.
  4. Medidas clínicas de cognição.
  5. Influência do Exercício físico regular.
  6. Exercício cognitivo.
  7. Nutrição.
  8. Envolvimento do cuidador e/ ou familiar na evolução cognitiva do paciente.
  9. Capacidade de tomada de decisão.

Cada tópico foi discutido em relação ao seu estado atual no campo, percebido como não necessidades e direções futuras potenciais, com base na revisão da literatura, opinião de especialistas e discussão em grupo da conferência.

Nas próximas semanas, vamos falar de cada um destes pontos. Estas informações foram publicadas na revista Nature, em 26 de junho de 2018. Por se tratar de um texto muito extenso e intenso (com muitas informações importantes), vamos dividí-lo em alguns textos nas próximas semanas.

 

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*