Idoso em processo de envelhecimento

A Fonoaudiologia e o Processo de Envelhecimento.

em Fonoaudiologia por

São várias as alterações fisiológicas decorrentes do processo de envelhecimento. As funções do sistema nervoso central, principalmente as de origem neuropsicológicas envolvidas no processo cognitivo, constituem um dos principais alvos de pesquisas realizadas sobre senescência. Aprendizado e memória estão entre essaas funções.  A alterações no processo cognitivo podem comprometer o bem estar bio-psico-social do idoso. Isso impede a continuidade da sua vida social de forma participativa, interagindo com os familiares em particular e com a sociedade no geral.

Sobre os eventos fisiológicos no processo de envelhecimento, prevalece um desconhecimento geral sobre a diferenciação entre declínio cognitivo “normal” e patológico. Ainda há muito o que avançar no entendimento de aspectos neurobiológico, neuropsicológico e comportamental do envelhecimento.

Sabemos que um declínio patológico pode ter impacto devastador na qualidade de vida do idoso. Como saber se uma alteração funcional é um processo senil ou se é um processo patológico? Por exemplo: quando um adulto mais velho começa ter perder a capacidade de audição. Como sabemos que este processo é simplesmente inerente ao envelhecimento?

Somente um médico pode responder essa questão. A resposta virá a partir de alguns testes ou exames de avaliação. Ou pode ser respondido pela experiência e conhecimento do profissional.

O Fonoaudiólogo é o profissional da saúde que trabalha com todos os aspectos da comunicação humana. Também cuida de funções como engolir, mastigar e respirar. Geralmente, procuramos este profissional a partir de indicação médica.

A Fonoaudiologia é capaz de melhorar a qualidade de vida de adultos mais velhos que começam a escutar menos. Pode corrigir e fortalecer os músculos da deglutição. Devolvendo, assim, a tranquilidade na hora de uma refeição. Independentemente de o problema ter surgido em decorrência do processo de envelhecimento normal ou de uma patologia, um fonoaudiólogo pode ser determinante para a solução.

A atitude de encarar que qualquer dificuldade ou disfunção como parte apenas do processo de envelhecimento sem solução é prejudicial… Ou então, a atitude de não encarar o fato de que as limitações aparecem com o avanço da idade, ao comparar com limites de desempenho que foram estabelecidos há 10 ou 20 anos atrás…

Questionar-se ou questionar o seu médico sobre as diferenças funcionais, biológicas, hormonais ou comportamentais, pode prevenir ou limitar um processo patológico. Além de ajudar a conhecer as suas limitações atuais e também as suas possibilidades.

O processo de envelhecer traz limitações, mas nem tudo é culpa do envelhecimento. A Fonoaudiologia pode amenizar estas limitações.

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo