Idoso com osteoporose deve fazer musculação

Fibromialgia: 9 considerações importantes para iniciar o Programa de Exercícios.

em Exercícios Físicos por

Na última semana, explicamos os efeitos fisiológicos do Exercício Físico no tratamento da Fibromialgia.

Neste artigo demonstraremos um programa de musculação voltado os portadores da doença.

Após as fases de avaliação iniciais, que abordamos no primeiro artigo sobre Fibromialgia, o instrutor deve planejar o treino da seguinte forma:

  1. Estabelecer freqüência de 2 a 3 vezes por semana para iniciantes (sedentários) e 4 a 5 vezes para alunos mais avançados (já praticantes de atividade física).
  2. Iniciar com intensidade baixa e volume médio, ou seja, séries com pequenos desconfortos e números de séries de 2 ou 3 contendo 12 a 15 repetições.
  3. Prescrever poucos exercícios e para grandes grupos musculares nas fases iniciais (peitoral, dorsais, quadríceps, flexores de coxa e abdômen reto).
  4. Inserir, nas fases mais avançadas durante a sessão,  primeiramente os exercícios contendo grandes grupos musculares e depois os de grupos menores. Priorizar os exercícios multiarticulares e depois os monoarticulares.
  5. Estabelecer velocidade isocinética e moderada de execução. Ou seja, mesmo ritmo na “ida”, fase concêntrica (encurtamento muscular) e na “volta”, fase excêntrica (alongamento muscular), ambos com tensão.
  6. Contra-indicar exercícios com fases excêntricas elevadas e de pré- estiramento. Este último, é um tipo de treinamento em que após cada série, alonga-se fortemente a musculatura trabalhada durante a pausa.
  7. Adequar as cargas aumentando os pesos gradativamente quando o idoso conseguir fazer mais execuções com a carga estabelecida anteriormente. Ou seja, evitar sempre grandes volumes de execução (20, 30 repetições, por exemplo).
  8. Instruir a respiração adequada. Expirar na concêntrica (diminuindo a pressão nas articulações) e inspirar na excêntrica.
  9. Utilizar tubos ou faixas elásticas no início do programa, pois são materiais que exigem menos da fase excêntrica. Na progressão do programa, inserir pesos livres, peso corporal e máquinas de musculação.

É importante prescrever exercícios aeróbios no fim de cada sessão de musculação. Caminhada na esteira e bicicleta ergométrica são exemplos seguros e aumentam a oxigenação recuperando melhor a musculatura exercitada do treino com pesos.

Concluindo, o objetivo geral do programa de Exercícios Físicos é reduzir as dores, melhorar o sono, recuperar as funções neuromusculares (de aprendizado e readaptação do movimento), melhorar a capacidade funcional, reforçar a musculatura e melhorar a capacidade aeróbia.

Procure um profissional de Educação Física e comece seu programa!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo