Alterações posturais no idoso

Devemos corrigir as alterações posturais do idoso?

em Fisioterapia por

Alterações posturais do idoso são típicas do envelhecimento. Diferentes mudanças decorrentes desse processo podem comprometer a postura.

Para as alterações posturais, são fatores importantes o decréscimo da função muscular resultante da redução substancial de massa muscular e um aumento na gordura corporal. A diminuição da acuidade visual (dificultando a autocorreção e orientação espacial) e alterações do sistema vestibular (relacionado ao equilíbrio) também colaboram no processo.

Tais alterações geram diminuição da velocidade de caminhada. Também são afetados o equilíbrio, a habilidade de subir escadas e de levantar-se de uma posição sentada. Todos estes fatores favorecem a diminuição da consciência corporal e da independência funcional.

Esse conjunto de alterações gera ajustes posturais para manter o corpo estável em situações estáticas e/ou dinâmicas.

Esses ajustes posturais são as alterações que podem ser visivelmente observadas na postura de pessoas com idade avançada:

  • aumento da curvatura cifótica da coluna torácica,
  • diminuição da lordose lombar,
  • aumento do ângulo de flexão dos joelhos,
  • deslocamento do eixo da articulação coxofemoral para posterior e
  • inclinação do tronco para anterior.

No entanto, nem sempre essas alterações são causa de dores ou disfunções, já que são frutos de uma adaptação biomecânica aos sinais do envelhecimento. Portanto, o tratamento das alterações posturais nessa faixa etária pode ser bem-vindo quando há sintomas como dores, déficit de equilíbrio, quedas, ou de maneira preventiva, buscando não sobrecarregar outros sistemas do corpo. Ou seja, quando não há dores, não se recomenda tratar os desvio de postura.

Saiba como evitar dores na coluna.

Mas, quando há dores, de modo geral, o tratamento se dá através do fortalecimento muscular. O que possibilita a ativação de reflexos posturais saudáveis (sem gerar compensações de sobrecarga biomecânica para o organismo). Além disso, é muito importante trabalhar a consciência corporal, para que o idoso consiga efetuar a autocorreção de sua postura. Para isso, podem ser trabalhadas técnicas que utilizem imagem corporal no espelho, equilíbrio e mudanças de posição.

Quando saber se um idoso com Alzheimer está com dor?

Desta forma pode-se dizer que é possível, sim, corrigir a postura de um indivíduo idoso. Apesar de serem necessários muito mais tempo, disposição e esforço, mudanças benéficas podem acontecer e melhorar a qualidade de vida dessa população.

1 Comment

  1. supondo que não exista dor e não sendo feita essa correção postural . teremos o risco essa postura piore e venha causar dor.
    porque não se recomenda a correção postural do idoso que não sente dor? as técnicas de correção postural são arriscadas , perigosas.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo