Fisioterapia trata a dor

Terceira idade… idade da dor? Saiba como a Fisioterapia pode ajudar.

em Fisioterapia por

O envelhecimento do corpo está associado a alterações degenerativas em diversos tecidos, causando modificações estruturais e funcionais.

Ou seja, o envelhecimento muda a aparência e o funcionamento do corpo, de modo que este se adapte a tais modificações. Essas adaptações ocorrem naturalmente, porém muitas vezes são percebidas por um simples e frequente sinal: a DOR!

A dor pode ter causas variadas, manifestando um sinal de alerta para a região afetada: pode indicar inflamação, cicatrização inadequada, atrito tecidual, sobrecarga mecânica, entre outros diversos.

Porém, é válido ressaltar que a dor não é, necessariamente, ruim para o organismo.  Funcionando como um aviso, ela ajuda na proteção de estruturas que estejam fragilizadas ou passando por processo de reparação. Seguindo este conceito, é importante ter consciência da dor e entender o que ela significa para o organismo naquele momento.

No entanto, conviver com dores constantes não é, em possibilidade alguma, saudável. Ainda assim, essa situação é frequente na vida de um idoso. Então, quais as medidas a serem tomadas? A mais procurada e conhecida, devido ao efeito rápido e prático, é a medicação. Mas essa medida pode, muitas vezes, trazer efeitos colaterais indesejados. Outras medidas de alívio da dor podem ser tomadas sem sobrecarregar o organismo, buscando o equilíbrio e a harmonização do próprio metabolismo:

– atividade física, proporcionando condicionamento físico e liberação de hormônios do bem-estar;

– eletroterapia, atuando na modulação de dor das fibras neurais periféricas;

– terapia manual, trabalhando com distribuição adequada de tensão mecânica sobre os tecidos do corpo;

– crioterapia, que consiste na aplicação de gelo ou compressas frias para inibir as fibras sensitivas locais e o processo inflamatório responsável pela dor;

– termoterapia, com aplicação de calor local no intuito de aumentar a vascularização e melhorar a maleabilidade dos tecidos.

Essas e outras técnicas são, em sua maioria, medidas analgésicas presentes na atuação da Fisioterapia, e agregam bem-estar geral no tratamento de dores. Podem ser aplicadas por um profissional e/ou orientadas ao paciente.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo