alergia alimentar na terceira idade

Intolerância ou Alergia Alimentar? Como Distinguir

em Saúde por

Quando acontecem reações indesejdas à alimentação, há algumas possibilidades. Podemos estar falando de alergia alimentar, intolerância ou intoxicação. Calcula-se que 30% dos adultos apresentem reações adversas a alimentos, mas apenas 2% são realmente alérgicos.

As intoxicações normalmente provocam reações agudas como náuseas, vômito e diarréia. Alergia alimentar e intolerância são marcadas por outros desconfortos e reações adversas como dores de cabeça, constipação, etc.

Intoxicações alimentares são causadas por bactérias, vírus ou toxinas (toxinas produzidas por fungos, presença de metais pesados, pesticidas, etc) presentes nos alimentos. Geralmente, são eventos agudos, com período curto de duração.

Intolerância alimentar é um termo mais geral usado para descrever uma variedade de reações adversas à alimentos. A alergia alimentar é um tipo de intolerância. Estas reações podem ser decorrentes de insuficiência na produção de enzimas. Assim, a famosa “intolerância à lactose” é um exemplo. Algumas pessoas deixam de produzir a enzima lactase, responsável pela quebra do açúcar do leite (lactose) em Glicose mais Galactose. Quando estas pessoas consomem grandes quantidade de leite ou produtos ricos em açúcar do leite, experimentam reações adversas como diarréia e/ ou dores abdominais, por exemplo.

Outros tipos de intolerância estão relacionados a reações farmacológicas, como sensibilidade à cafeína. Fatores psicossomáticos também podem causar intolerância alimentar. Ou ainda, outros motivos não definidos.

Quando falamos de alergia, estamos nos referindo a reações adversas do sistema imunológico.

As reações do corpo causadas por alergia alimentar variam. Mas, podem ser tão severas a ponto de levar à morte. A maior parte das reações alérgicas a alimentos são cutâneas (na pele). Seguidas por reações digestivas  e respiratórias (rinite e / ou asma). Normalmente, estas reações são localizadas.

Também vale ressaltar que há 2 tipos de alergia alimentar: as de reação imediata e aquelas de reação tardia.

Os alimentos que mais causa alergias são proteínas do leite, do ovo, do amendoím e do trigo (glútem). Mas, antes de restringir a alimentação, retirando qualquer um destes alimentos de sua rotina, lembre-se que apenas 2 em cada 100 pessoas apresenta alergia alimentar real. Portanto, vale consultar um médico e fazer todos os exames necessários. Afinal, leite, ovos e trigo são alimentos importantes. Restringir a alimentação de pessoas idosas pode levá-las a desnutrição, fragilidade e sarcopenia.

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*