alimentação saudável para a terceira idade

Afinal, o que Significa ter uma Alimentação Saudável?

em Nutrição por

Todas as semanas, publicamos algum texto relacionado à alimentação saudável. Pois, já é de conhecimento geral que a qualidade de nossa alimentação possui influência direta em nossa saúde.

Mas, afinal, o que significa uma alimentação saudável?

Uma alimentação saudável é aquela que nos fornece água, todos os nutrientes necessários e energia em quantidade suficiente para a manutenção do bom funcionamento do nosso organismo.

Quando usamos o termo “suficiente”, significa a quantidade ideal. Ou seja, nem mais, nem menos.

Estas quantidades de nutrientes e energia varia de acordo com o momento da vida para a mesma pessoa. Um bebê possui necessidades nutricionais diferentes de uma crianças de 2 anos. Alimentação saudável para um adolescente certamente será diferente em quantidades que a alimentação saudável para um idoso. Outros fatores, como o estilo de vida, presença de doenças crônicas e composição corpórea também influenciam.

Mas, de maneira geral, podemos dizer que alimentação saudável é aquela que:

  • Contém quantidade de água suficiente (geralmente, 1,5L ou mais).
  • É rica em vegetais, frutas e grãos integrais.
  • Inclui carnes magras, aves, peixes, ovos, leite (preferencialmente desnatado) e frutas oleoginosas (castanhas em geral).
  • Contém pouca gordura saturada, pouco colesterol, pouco sal e pouquíssimo açúcar adicionado (açúcar que não é natural do alimento – por exemplo: frutas possuem frutose, seu açúcar próprio. Por isso, não devemos acrescentar mais açúcar aos sucos de fruta).
  • A quantidade de energia (calorias) ingeridas deve ser equilibrada com a quantidade de energia que se gasta durante o dia. Ou seja, pessoas que fazem exercícios aeróbicos, normalmente podem comer mais que pessoas sedentárias. O balanço de calorias é responsável por fazer as pessoas engordarem (quando ingerem mais calorias que seu gasto diário) ou emagrecerem (quando gastam mais calorias que ingerem diariamente).

Porém, além dos macronutrientes abordados acima (Carboidratos, Protéinas e Gorduras), precisamos ficar atentos aos micronutrientes (vitaminas e minerais). Además, a qualidade dos macronutrientes também é muito importante.

Assim, o um guia geral para ajudar na alimentação saudável do dia-a-dia é:

  • Variar os tipos de frutas e vegetais que se come. Uma dica importante é variar as cores. No dia em que comemos cenoura, podemos tomar suco de melancia (natural, sem adição de açúcar). No dia seguinte, podemos comer salada de alface e tomate e melão de sobremesa.
  • Fibras são um tipo de carboidrato muito importante por ajudarem na regularidade intestinal. Por isso, troque massas de farinha branca por integrais.
  • Tenha atenção às quantidades ingeridas. Pequenas porções significam menos calorias, principalmente quando estamos falando de doces e massas.
  • Prefira alimentos cozidos, grelhados ou assados em detrimento de frituras.
  • Evite restaurantes que funcionam no estilo “pague e coma à vontade”.

Se tiver dúvidas ou sentir necessidade de um cardápio sob medida para você, procure um Nutricionista.

 

2 Comments

  1. Bom dia .
    Gosto muito das publicações de vcs.
    Como hoje não tenho condições fisicas de cuidar da minha mãe com Alzheimer.
    Quem esta cuidando no momento é o meu irmão, mas ele não aceita muito as dicas que dou ,para minha mãe ter uma boa alimentação.
    Vcs poderiam me ajudar fazendo uma publicação como devemos alimentar uma idosa com Alzheimer.
    Obrigada.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*