terceira idade com anemia.

Anemia Deve Ser Tratada Adequadademente

em Saúde por

A anemia é uma síndrome causada pela redução da massa circulante de hemácias. É a alteração hematológica mais comum no idoso e sua prevalência aumenta com a idade. Ou seja, quanto mais velho, maior o risco de desenvolver anemia.

O nosso sangue é composto por plasma, hemácias (também conhecidas como glóbulos vermelhos), leucócitos (células brancas) e plaquetas. As hemácias são as células responsáveis pelo transporte de nutrientes e oxigênio pelo nosso corpo. Em pessoas saudáveis, as hemácias são 41% a 47% do volume sanguíneo. Por vários motivos, o volume de hemácias pode diminuir. Assim, forma-se um quadro de anemia.

Precisamos ressaltar que anemia não faz parte do envelhecimento saudável. Ou seja, é uma doença que precisa ser tratada.

Dados da OMS de 2008 indicam que a anemia afetava 1,62 bilhão de pessoas no mundo. Isto significa quase 25% da população global. Destes, 23% eram pessoas com mais de 60 anos. Assim, a anemia foi considerada um problema de saúde pública de importância moderada (OMS, 2008). É fato que possa refletir a presença de uma ou mais doenças concomitantes, por vezes não diagnosticadas. Mas, ainda assim, constitui fator de risco independente para morbidade e mortalidade sozinha. Compromete o desempenho físico e mental e a habilidade para manter as atividades do cotidiano, com consequente impacto negativo na qualidade de vida (Chaves, 2009; Patel, 2008; Vanasse e Berliner, 2010).

Idosos apresentam maior risco de anemia por problemas associados à alimentação. Portanto, uma alimentação desbalanceada pode levar à ingestão diária menor que o necessário de ferro, vitamina B12 e ácido fólico. Doenças crônicas (nefropatia, neoplasia) também podem piorar o quadro. Além disso, o uso de medicamentos como ácido acetilsalicílico, anti-inflamatórios não esteroides (AINE) e anticoagulantes contribui para o aumento
do risco de perda sanguínea.

Sua apresentação clínica é insidiosa e inespecífica. Isto é, não possui sintomas fortes e específicos o suficiente para que as pessoas percebam o problema de imediato. A característica física mais perceptível de anemia é a palidez cutaneomucosa. Embora esta palidez seja demonstrável em todas as áreas expostas do corpo, a conjuntiva, as palmas das mãos, a mucosa oral e os leitos ungueais são, em geral, as áreas mais representativas. Desta maneira, quando o médico examinar as palmas de suas mãos, puxar as pálpebras dos seus olhos e olhar dentro de sua boca, ele pode estar buscando sinais de anemia.

 

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo