assistência de enfermagem para adultos mais velhos

Assistência de Enfermagem para adultos mais velhos

em Saúde por

A assistência de Enfermagem pode ser um serviço importante na vida de pessoas idosas.

No Brasil, ainda precisamos incorporar culturalmente a importância da assistência de Enfermagem.

A Enfermagem é ciência e a arte de assistir o ser humano no atendimento de suas necessidades básicas.

O objetivo maior é ajudar o indivíduo a tornar-se (ou voltar a ser) independente através de cuidados com sua saúde em colaboração com outros profissionais. Significa fazer por uma pessoa tudo o que ela não pode fazer por si e, ao mesmo tempo, ensiná-la o que for possível. Supervisionar, observar e encaminhar esta pessoa para uma equipe de assistência complementar quando necessário faz parte dos cuidados de Enfermagem.

Vale lembrar que a assistência de Enfermagem é prestada ao ser humano e não a uma doença ou problema específico. A individualidade e autenticidade de cada um deve ser respeitada pelo profissional.

Em nosso país, muitas vezes, reconhecemos apenas as funções assistenciais de saúde e funções administrativas de um Enfermeiro. Muitas pessoas nem sabem que Enfermeiros podem trabalhar fora dos hospitais.

Quando pensamos em assistência de Enfermagem a idosos, estamos falando de aplicar os conhecimentos sobre o processo de envelhecimento para a promoção à saúde. O objetivo maior é melhorar ou manter a independência e autonomia da pessoa idosa, visando à ótima qualidade de vida pelo maior tempo possível.

Veja alguns exemplos práticos para entendermos melhor esta proposta:

  • Um enfermeiro é capaz de determinar o grau de funcionalidade do idoso através de uma avalição da saúde física, psiquica e social do idoso e de sua família. Para tanto, usa instrumentos determinados como entrevistas e exames físicos.
  • Quando um idoso volta para casa, depois de um período de internação, o enfermeiro pode elaborar um plano assistencial ideal para acelerar sua recuperação. O enfermeiro é o profissional capacitado para coordenar toda a equipe multi profissional de saúde. Ele pode organizar a agenda para os tratamentos de fisioterapia, fonoaudiologia, etc.
  • Manter o idoso e seus familiares informados sobre diagnósticos, tratamentos e cuidados a serem realizados.
  • Evitar hospitalizações desnecessárias ou o prolongamento do período hospitalar. Através de sua função educativa, pode ensinar família e cuidadores a fazer curativos, avaliar desidratação/ desnutrição, etc.

O médico sempre deve ser chamado em caso de emergência. Ele é responsável pelo diagnóstico de uma possível doença e por determinar o tratamento. O enfermeiro é capacitado para evoluir o tratamento, coordenando toda a equipe de saúde. Também pode educar a família nos cuidados de idosos dependentes.

 

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo