Fisioterapia Gerontológica

A Fisioterapia Gerontológica e a Saúde Mental do Idoso

em Fisioterapia por

Muitas vezes se ouve falar que o profissional da fisioterapia é responsável apenas em cuidar da parte física do corpo. Como tratamentos para: doenças ortopédicas, neurológicas e respiratórias. Porém, nos últimos tempos, tem ficado cada vez mais evidente o reflexo da  saúde mental no corpo do ser humano, principalmente em indivíduos idosos, que são pessoas que carregam uma história de vida extensa. 

Assim, tanto a Fisioterapia Gerontológica quanto outras áreas de saúde especializadas no tratamento do idoso, são importantes.

Estudos apontam que muitas das dores físicas são provenientes de problemas psíquicos. E que se não houver resolução das mesmas não conseguiremos evoluir na melhora de uma condição física. Exemplo: tensões musculares, dores na articulação temporomandibular “bruxismo”.

Muitos tratamentos de transtornos mentais têm como padrão de evidência o uso de medicamentos. Porém, grande parte dos pacientes não alcançam os benefícios da remissão total ou apresentam efeitos colaterais. Dessa forma, práticas da medicina complementar e alternativa surgem como recurso.  Ou seja, incluir um tratamento fisioterápico pode ajudar.

Para atingir determinados objetivos estabelecidos em seus planos terapêuticos, cada fisioterapeuta gerontológica recorre a conceitos, práticas e técnicas diversas. Entre elas, podemos citar a consciência e imagem corporal, técnicas de meditação antes do início das sessões, ioga, tai chi chuan, terapia floral, homeopatia, fitoterapia, hipnose terapêutica, estimulação nervosa, massoterapia, realidade virtual e terapia craniossacral.

Por isso muitas vezes é importantíssima atuação em conjunto com profissionais multidisciplinares em questões de saúde mental. Inclusive do Fisioterapeuta especializado em Gerontologia. Estudos mostram que à atuação da equipe multidisciplinar resulta em melhores desfechos para o paciente.

Sobre a Autora:

Jéssica Maria Ribeiro Bacha é fisioterapeuta formada pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais campus Poços de Caldas, especialista em Gerontologia pelo Instituto Israelita Albert Einstein, Mestre e doutoranda em Ciências pela Faculdade de Medicina da USP. Membro da Sociedade Brasileira de Gerontotecnologia. Membro do Laboratório de estudo em tecnologia, funcionalidade e envelhecimento da Universidade de São Paulo (LETEFE).

Referências bibliográficas:

SCATOLIN, H. G. A imagem do corpo: as energias construtivas da psique. Psicologia Revista, v.21, n.1, p.115-120, fev. 2012. Disponível em:<https://revistas.pucsp.br/index.php/psicorevista/article/view/13586/10093>. Acesso em: 12 nov. 2017. 

SCHVEITZER, M.C.; ZOBOLI, E.L.C.P. Papel das práticas complementares na compreensão dos profissionais da atenção básica: uma revisão sistemática. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo, v.48, n.esp., p.184-191, aug. 201

VIDAÑA, D.I.S. et al. The Effectiveness of Aromatherapy for Depressive Symptoms: A Systematic Review. Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine, Hong Kong, 2017.

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo