Agressão do Alzheimer

Como Lidar com Momentos de Agressão do Portador de DA

em Demências e Alzheimer por

Há alguns dias, discorremos sobre as causas do comportamento agressivo de portadores de demência. A agressão é um dos comportamentos que mais afeta a família do paciente. Agora, vamos falar um pouco sobre como lidar com os momentos de agressão.

Quando o nosso familiar com comprometimento cognitivo ataca alguém com atos de hostilidade, está sendo agressivo.

A agressão pode ser moral (com palavras) ou física. E o que fazer nestes momentos? Como reagir?

A primeira coisa a fazer é não retrucar. Ou seja, não discutir e não bater de volta. Não se responde a um ato de agressão com outro.

  1. Se necessário e possível, saia de perto. Acalme-se primeiro. Depois, volte e tente os pontos abaixo. Faça isso somente quando tiver certeza que o idoso estará em segurança. Por exemplo, não deixe um idoso com surto agressivo sozinho na cozinha, com copos de vidros a facas à mão.
  2. Logo em seguida, precisa-se identificar o que pode ter causado o comportamento agressivo. Garantir que o paciente não esteja com dor é bastante importante.
  3. Tente entender as emoções do portador de demência. Antes de buscar fatores externos, tente entender o que as palavras ou atos de agressão realmente querem expressar.
  4. Use um tom de voz calmo e baixo. Responda com palavras positivas, falando devagar.
  5. Analise o ambiente. Alguma coisa pode estar desencadeando a agressão? Talvez uma sombra de uma planta ao vento que se mexe. Talvez o barulho de ônibus passando na rua. Corrija imediatamente o fator ambiental.
  6. Tente mudar o foco, levando o idsoso para uma atividade prazerosa, como ouvir música, escolher uma receita para o almoço, etc.
  7. Se o paciente não se acalmar, peça ajuda. Telefone para outras pessoas, como médico, vizinhos, familiares que possam ajudar.

Caso identifique claramente o que está desencadeando o comportamente agressivo, além de corrigir para que não aconteça mais, avise outras pessoas. Compartilhe sua experiência com outros membros da família e cuidadores.

Se a agressão é fato novo, avise ao médico que acompanha este paciente. Ele pode ajudar.

Fonte: Alzheimer Association

 

 

 

2 Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo