Compreensão de texto e figuras: processo cognitivo

O Que Significa Comprometimento Cognitivo Leve (CCL)

em Demências e Alzheimer por

Comprometimento Cognitivo Leve já foi conhecido por vários nomes. Já foi chamado de “esquecimento benigno da senilidade” ou “perda de memória relacionada à idade”. Com o aumento da longevidade e o conseqüente aumento dos casos de demência, o conceito sobre as perdas cognitivas evoluiu.

Cognitivo é uma expressão relacionada com o processo de aquisição de conhecimento. A cognição envolve fatores diversos como pensamento, linguagem, percepção, atenção, reconhecimento de objetos, raciocínio, linguagem etc., que fazem parte do desenvolvimento intelectual. Mas, a Memória é o aspecto da cognição mais reconhecido popularmente relacionado ao envelhecimento. Estima-se que 80% das pessoas com 65 anos ou mais apresentam alguma queixa em relação à perda de memória.

O comprometimento cognitivo leve (CCL) é uma expressão que descreve a deterioração perceptível de pelo menos um aspecto da cognição.

 Dificuldade de concentração, não conseguir se localizar com facilidade em locais conhecidos (como parque e shoppings), ou esquecer se já contou um ocorrido a um amigo são exemplos de queixas de pessoas que podem ter algum nível de comprometimento cognitivo. Mas, normalmente, as queixas maiores são em relação à memória. Porém, também podem ser observados declínio na linguagem e na orientação espacial. Dizemos que há algum nível de comprometimento cognitivo quando uma ou mais queixas é intensa o bastante para afetar a rotina do reclamante.

O CCL é medido através de escalas e testes cognitivos. E pode ter diversas causas. Doenças degenerativas como a Doença de Alzheimer, Doença de Parkinson, lesões cerebrais não progressivas como o acidente vascular encefálico (AVE), condições metabólicas como alterações hormonais e deficiência de vitaminas (por exemplo hipotireoidismo e deficiência de vitamina B12) até distúrbios psiquiátricos como depressão e ansiedade.

Estudos mostram que uma parte dos casos de CCL pode ser estabilizada ou revertida. No entanto, em caso de doenças degenerativas não há reversão. Mas, a evolução pode ser postergada, aumentando a qualidade de vida da pessoa afetada. Por isso, é muito importante que o diagnóstico seja feito o mais rápido possível a fim de se prevenir, ou até reverter, uma piora da memória e de outras funções cognitivas através de identificação e tratamento da(s) causa(S) e mudança no estilo de vida.

 

1 Comment

  1. Olá boa tarde!
    Pretendo escrever um artigo, para finalizar a minha especialização em Terapia Cognitivo comportamental ( TCC ), e o meu tema será, Depressão em idoso.
    Vi este site e fiquei interessada para realizar as pesquisas.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo