Comunicação efetiva para terceira idade

Comunicação Efetiva em Diferentes Fases do Alzheimer

em Demências e Alzheimer por

Já tivemos a oportunidade de discutir uma comunicação efetiva de uma pessoa com demência. Em nossa opinião, todos nós devemos nos esforçar para melhorar as próprias habilidades comunicativas com o objetivo de tentar minimizar o sofrimento de todos os envolvidos no decorrer da evolução da doença.

No texto de hoje, vamos abordar algumas dicas para manter a qualidade da comunicação efetiva de acordo com a fase da doença de Alzheimer.

Na fase leve do Alzheimer, ou seja, no início da doença, o portador ainda é capaz de se engajar de maneira significativa em conversas e eventos sociais. No entanto, podem repetir uma mesma história várias vezes. Também é comum se sentir sobrecarregado pela estimulação excessiva. Ou ainda ter dificuldades em encontrar as palavras corretas durante a fala.

Por isso, nesta fase, devemos prestar atenção para:

  • Não “rotular” a pessoa com Alzheimer, buscando sinais e sintomas durante a conversa. A doença afeta cada um de uma maneira diferente.
  • Não exclua o portador de Alzheimer das rodas de conversa e dos eventos sociais e fale diretamente com ela. Evite conversar somente com o acompanhante ou cuidador.
  • Tenha paciência ao escutar e espere o tempo necessário para que ele ou ela consiga responder a sua pergunta.
  • Evite ao máximo interromper a fala da pessoa com Alzheimer.
  • Seja você, tenha humor, ria junto. Seja o amigo que sempre foi.

Conforme a doença evolui e a capacidade de comunicação diminui, alguns cuidados são recomendados para manter uma comunicação efetiva.

Falar devagar e de maneira clara em uma conversa direta costuma ser mais efetivo. Ao invés de ir falando alto enquanto faz alguma outra atividade (como, por exemplo, pedir para que o portador de Alzheimer arrume a mesa enquanto você cozinha), é melhor parar e conversar cara a cara com o paciente/ familiar. Mantenha contato com os olhos. E deixe que a pessoa tome o tempo necessário para responder.

  • Seja paciente e ofereça tranquilidade. Isso pode encorajar a pessoa a explicar seus pensamentos.
  • Faça uma pergunta de cada vez.
  • Faça perguntas sim ou não. Por exemplo, “Você gostaria de um café?” Em vez de “O que você gostaria de beber?”
  • Evite criticar ou corrigir. Em vez disso, ouça e tente descobrir o significado do que a pessoa diz.
  • Repita o que foi dito para esclarecer.
  • Evite discutir. Se a pessoa disser algo com o que você não concorda, deixe estar.
  • Ofereça instruções claras e passo-a-passo para tarefas.
  • Pedidos longos podem ser esmagadores. Dê dicas visuais.
  • Demonstre uma tarefa para incentivar a participação.
  • Lembre-se que notas escritas podem ser úteis quando as palavras faladas parecem confusas.

 

Fonte: alz.org


                    

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*