terceira idade no controle da fome

O Mecanismo de Controle da Fome e o Envelhecimento

em Nutrição por

Há evidências que o mecanismo psicológico de controle da fome e peso corporal sejam diminuídos durante o envelhecimento. Esta alteração pode levar à anorexia, desnutrição e perda de peso. Tudo isso pode ter um impacto muito negativo na saúde do indivíduo.

Portanto, considera-se necessário encontrar alguma maneira de alternativa de compensar a redução do controle da fome. É essencial garantir a ingestão suficiente de nutrientes diariamente. Igualmente importante é prevenir a anorexia relacionada à idade.

Sabemos que o controle da fome e ingestão de alimentos possui influências genéticas e psicológicas. Além dessas, também há inúmeros outros estímulos como o social e a influência do ambiente. O processo de envelhecimento geralmente leva a alterações nos hábitos alimentares. Um dos hábitos geralmente abandonados é o de fazer um lanche entre as refeições. Assim, uma das idéias mais recomendadas pelos estudiosos do assunto é aumentar a quantidade de alimentos ingeridos durante as refeições.

A quantidade de alimentos ingeridos é fortemente influenciada pelo contexto social. Observou-se que adultos mais velhos  independentes ingerem, em média, 46% mais alimentos quando estão acompanhados por outras pessoas durante as refeições. Quanto mais pessoas à mesa, maior a ingestão de alimentos.

Outro ponto provado foi em relação à palatabilidade do alimento. Quanto mais apetitoso parecer a refeição, maior é a ingestão. Idosos que se declararam mais atraídos à comida, ingeriram uma quantidade 44% maior que ocasiões em que a refeição foi visualmente classificada como neutra ou não atraente.

Condições do ambiente também são uma influência marcante. Refeições em restaurantes costumam ser maiores que aquelas feitas em casa.

À medida que o dia avança, as refeições tendem a se tornar maiores. Enquanto o tempo até a próxima refeição se torna mais curto. Assim, a hora do dia correlaciona-se positivamente com o tamanho da refeição e correlaciona-se negativamente com a capacidade saciante dos nutrientes ingeridos. Além disso, parece haver um ritmo semanal de ingestão. O consumo diário total e os tamanhos das refeições, nos finais de semana, são significativamente maiores do que aqueles nos dias úteis.

Portanto, se você conhece um idoso que precisa se alimentar melhor:

  • Junte-se a ele durante as refeições.
  • Pergunte o que gosta de comer e ofereça seus pratos favoritos sempre que possível.
  • Aumente a quantidade de alimentos oferecidos durante os finais de semana.
  • Incentive uma vida social ativa!

Fonte: Artigo: Age-Related Changes in the Social, Psychological, and Temporal Influences on Food Intake in Free-Living, Healthy, Adult Humans. John M. de Castro.

 

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo