Retinopatia Diabética e exercícios para o Idoso

Exercícios Físicos para quem tem Retinopatia Diabética

em Exercícios Físicos por

Há algum tempo, já explicamos a fisiologia do exercício físico no controle do Diabetes e indicamos os exercícios mais apropriados para os portadores da doença. Mas, sabemos que o Diabetes causa muitos problemas secundários na vida do portador. Um deles, é a Retinopatia Diabética.

A Retinopatia Diabética é uma doença associada ao quadro de Diabetes. Causa alterações estruturais nos vasos sanguíneos da retina podendo provocar problemas de visão. Em alguns casos, leva à cegueira se não tratada.

Existem dois tipos:

  • Não Proliferativa: fase inicial da doença. Há a detecção de danos aos vasos do fundo do olho causando hemorragias e vazamento de liquido da retina.
  • Proliferativa: diagnosticada quando os vasos da retina ou do nervo óptico não conseguem trazer os nutrientes para o fundo do olho. Há um grande risco da perda de visão.

A prescrição do Exercício Físico deve ter cuidados mais específicos. Além de todos as precauções que o portador de Diabetes já deve tomar, quando há Retinopatia:

  • Retinopatia Não Proliferativa leve: não há restrições. Porém, sempre deve-se acompanhar os exames oftalmológicos anuais.
  • Retinopatia Não Proliferativa moderada: deve-se evitar atividades que aumentem, de forma drástica, a pressão arterial como levantamento de peso com cargas que exijam muito esforço e bloqueios de respiração. Acompanhar avaliações oftalmológicas a cada 4 a 6 meses.
  • Retinopatia Não Proliferativa grave: procura-se evitar esportes de alto impacto e choque direto como algumas artes marciais, esportes com raquete e bola. Estar atualizado com as avaliações oftalmológicas a cada 2 a 4 meses.
  • Retinopatia Proliferativa: estão indicadas apenas Atividades Físicas de baixo impacto como natação, caminhada na esteira, bicicleta ergométrica. São contra-indicados também os esportes de choque e alto impacto citados acima. Estes esportes aumentam os riscos de hemorragia vítrea (sangramento na parte interna e posterior do olho) ou descolamento da retina.  Recomendam-se avaliações mensais ou bimestrais.

Se o diabético portador de Retinopatia fizer o tratamento com fotocoagulação a laser, deve-se esperar de de 3 a 6 meses para o início ou reinício do Programa de Exercícios Físicos.

Nosso texto ajudou? Compartilhe!

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo