Ativação Muscular

Envelhecimento e Alteração Muscular: o que você precisa saber.

em Fisioterapia por

O envelhecimento é um processo fisiológico que acontece no corpo humano, de certa forma,  desde o seu nascimento. Um dos sinais mais claros desse processo é a diminuição da massa muscular.

Essa perda se inicia de forma natural a partir dos 30 anos de idade e pode chegar a METADE da massa muscular aos 80 anos!

A consequência funcional mais percebida é a diminuição da força muscular. Ocorre de maneira progressiva e é mais evidente em indivíduos sedentários.

Porém, mais importante do que isso é a diminuição da ativação das fibras musculares. Estudos recentes mostram que o déficit de ativação neuromuscular (músculos e nervos interligados) precede a perda de massa e de força. Ou seja, músculos em boa quantidade e força não são o suficiente se não funcionam adequadamente.

Muitas pessoas pensam que, para manter a boa condição física de um idoso, caminhada ou hidroginástica são suficientes. Porém, estudos mostram que exercícios resistidos com carga extra (sobrecarga além do peso do corpo) são fundamentais para diminuir a velocidade das perdas musculares. A musculação, por exemplo, é um tipo de exercício com carga extra. No entanto, é importante fazer a associação dos exercícios de força com atividades que estimulem as conexões neuromusculares, como coordenação motora, equilíbrio, agilidade e destreza.

Por isso, é muito importante procurar um profissional da saúde para acompanhar e orientar os exercícios. Fisioterapeutas e Educadores Físicos estão aptos a garantir que estamos fazendo exercícios de maneira correta e eficiente.

Se você é diabético ou hipertenso, saiba que também pode fazer exercícios físicos!

Gostou? Deixe seu comentário! Compartilhe!

Idoso precisa de musculação
Ativação neuromuscular é mais importante que simplesmente ganhar massa muscular

2 Comments

  1. Tenho 67 anos, faço musculação 3 vezes por semana em academia.
    o interesse que tenho é exatamente saber como o cérebro interpreta a desaceleração da perda neuromuscular e como tudo se processa.

    Como sou fantasioso, penso que o cérebro é “enganado” pela musculação correta e assim é levado a agir de outra forma, “colaborando” no bem estar geral da pessoa.

    • São 2 teorias:
      -A parte neuromuscular se mantém, até movimentos que vc fez na infancia ou adolescencia são “lembrados” quando torna a fazê-los em idades mais avançadas; porém a perda de massa muscular e fibras de contração rápida prejudicam a eficiencia do movimento.
      – A parte neural “envelhece” de forma senescente e prejudica suas conexões sinápticas durante a contração, tornando a menos eficiente.

      Nosso educador físico, Ricardo Panizza, que escreveu esta resposta acreditamais mais na primeira teoria.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo