Envelhecimento da célula

O processo de envelhecimento no nível celular.

em Geral por

O Envelhecimento Biológico é um fenômeno universal e comum a todos os seres vivos animais.

Nos seres humanos, é caracterizado pela mudança na coloração dos cabelos, perda de peso associada à redução da massa magra, flacidez da pele que provoca rugas, etc.

Podemos definir Envelhecimento como sendo o “processo dinâmico e progressivo, no qual há alterações morfológicas, funcionais e bioquímicas, que vão alterando progressivamente o organismo”.

Mas, até hoje, ainda não se entende completamente quais são os mecanismos responsáveis por estas alterações.

Entenda sobre o envelhecimento cerebral normal.

Em nível celular, já se sabe que acontecem as mudanças explicadas abaixo. Mas antes, vamos nos lembrar um pouco de nossas aulas de biologia na escola…

A célula é a menor unidade estrutural e funcional básica dos seres vivos. É constituída fundamentalmente de material genético que fica no Núcleo, citoplasma, membrana plasmática e outros elementos que ficam no citoplasma.​

No corpo humano, cada órgão é formado por um tipo de célula. Cada tipo de célula possui suas particularidades, como tempo de vida, estrutura, capacidade de se reproduzir, etc. Mas todos os tecidos do nosso corpo, formados pelos diferentes tipos celulares, envelhecem. As principais alterações do Envelhecimento são:

  1. Alterações Nucleares: sabe-se que o núcleo celular é a estrutura que comanda o comportamento da célula. Células mais velhas, apresentam alterações cromossômicas que podem ser fragmentação, encurtamento ou modificação na forma das moléculas do DNA.
  2. Alterações Citoplasmáticas: aumento de pigmentos lipofuscínicos, associados a resto de organelas. Ou seja, “lixo celular” que não foi eliminado. Há teorias não comprovadas de alterações nas mitocôndrias que poderiam indicar redução na capacidade de produção de energia.
  3. Alterações da Membrana Celular: aumento de compostos tóxicos à membrana resultantes de peroxidação de moléculas lipídicas que formam a membrana.
  4. Alterações de Componentes Celulares: acúmulo de água intra-celular, redução da capacidade de reter potássio no interior e sódio no exterior das células. Também foi descoberto que há acúmulo de glicogêncio e gordura.

Os impactos diretos associados às alterações citadas acima, não estão claros para a comunidade científica. Até hoje, existem apenas dados de observação e algumas teorias sobre os impactos no comportamento celular.

Em outras oportunidades, abordaremos os aspectos do Envelhecimento dos tecidos e as alterações fisiológicas que provocam.

Gostou? Compartilhe!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo