deambulação de idoso com parkinson

Cuidados para a Caminhada do Parkinsoniano

em Exercícios Físicos/Parkinson por

A deambulação, ou o ato de caminhar, é um dos pricipais movimentos afetados pelo Parkinson. Já descrevemos os procedimentos para iniciar uma prática segura de um programa de exercícios físicos. Também falamos dos seus efeitos fisiológicos no tratamento da doença. Neste, descreveremos uma das atividades mais indicadas: a caminhada.

Os parkinsonianos possuem dificuldades de deambulação (marcha), mesmos nos estágios iniciais da doença. A cadência e tamanho dos passos são diminuídos mesmo que as capacidades de força, flexibilidade, equilíbrio e postura estejam preservadas.

Essa deficiência ocorre pela afetação dos núcleos da base (aglomerados de células nervosas localizadas na base de cada hemisfério cerebral), responsáveis pelo controle de atividades automáticas envolvendo a coordenação motora. Entre elas, a deambulação.

Pessoas com Parkinson correm maior risco de queda por causa disso.

É importante o educador físico ou fisioterapeuta passar e realizar as seguintes instruções e ações para uma prática segura da modalidade caminhada:

  • Fazer avaliação e auto-avaliação sobre as dificuldades ao caminhar.
  • Corrigir a postura para que seja a mais ereta possível. Desse modo, evitar a inclinação para frente e prováveis desequilíbrios.
  • Instruir o parkinsoniano a colocar primeiro o calcanhar no chão, e depois o restante do pé.
  • Orientar o paciente, ao andar ou ficar em pé, a manter os pés separados aproximadamente a 25 cm e não cruzá-los.
  • Ensinar a elevar os pés de maneira que desencoraje o arraste dos mesmos.
  • Orientar o paciente a olhar para frente e não para o chão, oscilar membros superiores para ajudar no equilíbrio e encorajar passos mais largos.
  • Instruir o parkinsoniano, ao se virar, planejar fazer um grande arco, sem cruzar os pés.
  • Estar atento se o paciente perceber que o ritmo da caminhada está rápido. Desse modo, deve orientá-lo prontamente a parar em pé e voltar ao ritmo inicial.

Nos próximos artigos, descreveremos mais atividades físicas adequadas a auxiliar no tratamento da Doença de Parkinson.

Gostou? Compartilhe!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo