Idoso com osteoporose deve fazer musculação

O que acontece com o ossos quando fazemos Exercício Físico?

em Exercícios Físicos por

No artigo passado, esclarecemos os cuidados que o idoso com Osteoporose deve ter ao iniciar um Programa de Atividade Física.

O sedentarismo e o envelhecimento levam à atrofia e diminuição da massa muscular além da perda de cálcio, principalmente dos ossos.

Com o avançar da idade, estas mudanças podem prejudicar a mobilidade, o equilíbrio e o desempenho físico para as mais variadas atividades. Há, inclusive, risco de ocorrer  quedas e fraturas,  principalmente nas regiões de fêmur, coluna lombar e antebraço.

O Exercício Físico em geral é um importante fator para a manutenção e ganho da massa óssea. Também ajuda na atenuação de sua perda. A força mecânica proporcionada pela contração muscular exercitada regula a atividade de formação de células ósseas. Isso acontece por meio de efeitos elétricos que elétricos estimulam a incorporação do cálcio no osso.

Esse processo provoca um aumento na rede de barras ósseas horizontais e verticais fazendo com que haja um fortalecimento dessas estruturas. Em outras palavras, a tensão muscular causa o estresse mecânico nos ossos estimulando o aumentando da densidade mineral óssea. Estes benefícios estão associados diretamente à tensão muscular que envolve a musculatura específica acionada.

Tanto a musculação com aparelhos ou com o peso do próprio corpo (popularmente chamada de “Treino Funcional”) atinge tais objetivos. Quando um osso está sob ação de uma carga mecânica ele modifica sua estrutura provocando cargas elétricas no lado da tensão e da tração. Este efeito, chamado de piezoelétrico, contribui para estimular as células ósseas no local que está suportando a carga.

Nos exercícios aquáticos, ocorre a pressão nos tendões, ligamentos e periósteo (região mais superficial do osso). Dessa maneira, ocorre o estímulo das células ósseas na junção osso-tendão. A água é um meio resistente que promove a contração muscular e também atua positivamente na Osteoporose.

Quanto maior a tensão óssea, ou melhor, quanto maior carga mecânica sobre o esqueleto, maior a chance de aumentar a massa óssea. Dessa forma, considerando que a sessão de treino seja individualizada e respeitando os limites da situação óssea atual e segurança do idoso, os exercícios devem ter cargas progressivas que causem desconforto muscular. Ou seja, uma intensidade que saia da zona e conforto e seja adequada para atingir os objetivos citados.

Por isso, se houver oportunidade, sempre faça exercícios sob orientação de um Educador Físico!

No próximo artigo, falaremos de exemplos práticos e específicos de exercícios físicos que combatem a Osteoporose.

Compartilhe este texto nas redes sociais se ele foi útil para você!

Quer saber mais, deixe sua pergunta no espaço de comentários!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo