Dores nas Juntas por Osteoartrite ou Artrose

Conheça a Osteoartrite e Entenda Como Evitá-la.

em Sem categoria por

A Osteoartrite (OA) ou artrose é uma doença musculo-esquelética progressiva. Ou seja, afeta os músculos esqueléticos (aqueles que se ligam ao nosso esqueleto e possibilitam nossos movimentos) e vai piorando ao longo da vida. Esta doença afeta milhões de pessoas e representa a primeira causa de deficiência no mundo após os 40 anos.

A Osteoartrite é a causa mais comum de dor crônica e incapacidade física. Também é responsável por 7,5% de todos os afastamentos do trabalho.

Apresenta-se pela dor, rigidez e limitações nas atividades de vida diária. A prevalência de OA primária aumentou substancialmente durante as últimas décadas. O envelhecimento da população e a maior expectativa de vida são os fatores que mais contribuem para esse aumento. Cerca de 40% dos adultos com idade acima de 70 anos apresentam OA de joelhos. E 80% dos que apresentam a doença têm algum tipo de limitação de movimento.

Há também um aumento de OA também em idades mais jovens. Aproximadamente 5% da população entre 35 e 54 anos já apresentam alterações radiográficas, chegando a 30% entre 45 e 65 anos.  Essas alterações, de início, são assintomáticas (sem dor) e podem evoluir com OA.

Embora tenha sido conhecida como uma doença degenerativa, do tipo desgaste, atualmente é considerada uma doença inflamatória de baixo grau. É resultante da perda do equilíbrio entre degradação e reparação celular dentro da cartilagem. Suas causas parecem ser resultado da interação complexa e dinâmica de mecânica, fatores moleculares celulares e sistêmicos. Por isso é importante conhecer os principais fatores de risco. Entre eles, devemos conhecer principalmente os fatores modificáveis. Ou seja, aqueles que podemos controlar. Isso para que se possa atuar precocemente em sua prevenção, quando possível.

Fatores de risco não modificáveis:

  1. Idade

É provavelmente o principal fator de risco. O mecanismo de desenvolvimento da doença é multifatorial e inclui estresse oxidativo, afinamento da cartilagem, enfraquecimento muscular e redução da propriocepção, além da inflamação própria do envelhecimento.

2. Sexo

Prevalência maior nas mulheres e aumenta com a menopausa, sugerindo influência hormonal.

3. Genética

Participação em 60% na OA de mão e quadril e 40% nas do joelho.

4. Diabetes e Síndrome metabólica

Têm efeito prejudicial sobre a cartilagem

5. Lesões articulares

Lesões por trauma podem aumentar a incidência de OA. Por exemplo lesões do menisco ou do Ligamento Cruzado Anterior (LCA)

6. Doenças inflamatórias da articulação

Como gota e Artrite Reumatoide que, quando não tratadas agressivamente, podem levar a OA como sequela.

Fatores de risco modificáveis:

  1. Alimentação

Existem evidências de que alimentos processados de alta caloria, baixa proporção de frutas frescas e vegetais e alta razão de ômega 6 em relação ao ômega 3 estão associados a maior risco de OA.

2. Sarcopenia

O diminuição da musculatura e sua força está associada com OA. Poderia ser contrabalanceada com exercícios físicos.

3. Obesidade

Cada incremento em 5 unidades no IMC (Índice de massa corporal) aumenta o risco de Osteoartrite de joelho em 35%, associação mais forte em mulheres. Também induz a um estado crônico de inflamação de baixo grau que predispõem não apenas à OA de articulações que suportam peso, como também de outras como OA de mão.

4. Desalinhamento articular

Desalinhamentos congênitos, podendo ser corrigidos, em alguns casos, cirurgicamente.

5. Carga excessiva nas articulações

Uso repetitivo e prolongado, principalmente intenso e de alto impacto,  tanto por atividades ocupacionais quanto esportivas. Isso leva a lesão progressiva da cartilagem e consequentemente a OA secundária ou pós traumática.

Se você tem um ou mais fatores de risco, deve atuar na sua modificação quando possível. Caso contrário, acompanhamento médico é necessário, visto que a Osteoartrite não tem tratamento curativo e é progressiva uma vez instalada.

                                                                               Carolina Capovilla Monferrari é Médica Reumatologista (CRM 113000) formada pela USP, com residência em Reumatologia pela UNICAMP e Pós-Graduação em Geriatria e Gerontologia pela FMJ. Atende em Jundiaí na clínica Tertulia (11 3964 5888/ 11 93090 5888, contato@clinicatertulia.com.br).

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo