Prevenir a Demência de Alzheimer

Como Prevenir o Aparecimento da Doença de Alzheimer?

em Demências e Alzheimer por

A Demência de Alzheimer é uma doença muito comum e limitante. Sua evolução tira a autonomia e a independência das pessoas afetando toda a família. Seu impacto nos custos dos sistemas de saúde é enorme. E ainda não existe cura para esta doença.

Por isso, muitas pesquisas são realizadas nas áreas de prevenção. Mas, como saber o que é real? Já que, infelizmente, também muitos boatos e notícias falsas (fake news) são difundidas em redes não científicas.

Como prevenir o aparecimento da Doença de Alzheimer da maneira mais eficiente possível?

Antes de mais nada, vale lembrar que prevenir é tomar ações para diminuir os fatores de risco associados à doença. Dessa maneira, reduzimos as chances de desenvolvimento desta doença. Não significa ter 100% de certeza que a doença não vai aparecer.

Hoje em dia, já é bem estabelecido o importante papel dos fatores de risco cardiovasculares no desenvolvimento de Alzheimer. Anteriormente, acreditava-se que tais fatores de risco seriam importantes somente para o desenvolvimento da Demência Vascular.  Fatores de risco cardiovasculares compreendem: hipertensão arterial (pressão alta) não controlada, dislipidemia (colesterol alto) não controlado, sedentarismo e tabagismo.

O descontrole desses fatores leva a um ambiente pró inflamatório. Ou seja, um desequilíbrio do sistema imunológico mais a favor da inflamação. Além disso, a própria lesão dos vasos sangüíneos facilita o desenvolvimento da Doença de Alzheimer por outros mecanismos.
 
Logo, hoje em dia, a melhor evidência para a prevenção dessa doença é o controle da hipertensão e da dislipidemia, a realização de atividade física e a cessação do tabagismo na idade adulta.

Além disso, através das evidências, é dada muita importância à sociabilidade e à escolaridade. Contatos e laços sociais são importantíssimos não só na prevenção como no tratamento e no controle de sintomas da Demência de Alzheimer. O acesso a escolaridade também tem importante impacto na prevenção.

Existem vacinas anti-alzheimer? Não. Existem remédios e pílulas anti-alzheimer? Não. Mas, existem hábitos de vida saudáveis atrelados ao cuidado e respeito que os mais velhos merecem que reduzem consideravelmente o risco de desenvolver a doença.

4 Comments

  1. Olá, meu pai tem 88anos, ultimamente tem sentido febre, mas só começa no fim da tarde por volta das 17.30, 18hs.e acompanha de diarreias e confusão mental, medicamos ele com gotas de dipirona, ai sim ele melhora, a febre chega a 37.8,e não sei ao certo se é considerado febre. Mais ele fica muito ruim. Levamos ele a vários médicos, exames foram feitos sangue, urina ultrassom pois sente dores abdominais. E não deu nada eles falam que pode ser desidratação. Nós de uma orientação. Obrigado!

    • Sem conhecer o paciente, não podemos orientar. Seria mera especulação da nossa parte. O que posso dizer é que sim, desidratação causa confusão mental e vários outros sintomas em idosos. Minha sugestão é garantir que ele bebe pelo menos 2 litros de agua todos os dias durante 1 semana para tirar a prova.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo