idoso com rigidez nas articulações

Dificuldade de se movimentar pode ser rigidez articular.

em Fisioterapia por

A rigidez articular pode ser definida como dificuldade em realizar movimentos devido a sensação de aumento de resistência e limitação durante a amplitude articular.

A rigidez articular pode ser apenas uma característica muito comum do processo de envelhecimento. Ou fazer parte do quadro sintomatológico de muitas patologias, principalmente articulares e reumatológicas.

Uma das principais causas de rigidez articular é a falta de movimento. Grande parte das articulações do corpo são sinoviais. Ou seja, são revestidas de cartilagens e membrana sinovial. Esta última é responsável pela produção do líquido sinovial que lubrifica a articulação. Este líquido é translúcido, de consistência viscosa e localizado no espaço intrarticular. Durante a movimentação, ocorre a produção, distribuição e reabsorção desse líquido de forma equilibrada na articulação. Em situações de imobilidade (durante a noite de sono, por exemplo) o liquido sinovial fica distribuído de forma menos homogênea na articulação, causando sensação de rigidez.

Outra causa muito comum da rigidez articular é a mudança estrutural que ocorre nos tecidos articulares durante o processo de envelhecimento. Músculos, tendões, ligamentos e cápsulas articulares perdem a maleabilidade. Isso acontece devido a alterações nas moléculas de colágeno, tornando esses tecidos mais rígidos e dificultando a mobilidade articular.

As dores articulares aumentam com o frio. Entenda porque.

No entanto, muito quadros patológicos (inflamações e doenças reumatológicas, em sua maioria) podem apresentar a rigidez articular como sintoma. Estas doenças provocam a alteração da viscosidade e da quantidade do líquido sinovial. Provocam também modificações de outros componentes articulares, déficit na ativação muscular, entre outros sintomas.

É importante, portanto, saber identificar o quadro de rigidez articular e entender sua causa.

Na grande maioria dos casos, trata-se se um quadro fisiológico comum que se torna exacerbado em indivíduos idosos. Mas quando se apresenta combinado com outros sinais e sintomas, é indicada a avaliação de um profissional capacitado que possa fazer o diagnóstico diferencial dos quadros patológicos citados anteriormente.

A melhor prevenção para a rigidez articular é movimentar-se. Caminhe, passeie, viaje. Seja fisicamente ativo!

Gostou? Compartilhe nosso texto!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo