idoso com a nutrição adequada

A Nutrição como ferramenta para o Envelhecimento Saudável

em Nutrição por

A Nutrição é o fornecimento de nutrientes necessários à vida para os organismos vivos. Dieta é o conjunto de alimentos, incluindo bebidas, que uma pessoa ingere habitualmente.

O Envelhecimento é um processo irreversível e dinâmico caracterizado, entre outras coisas, pelo acúmulo de macromoléculas danificadas em nível celular. Ou seja, com o passar dos anos, os organismos vão perdendo a capacidade de corrigir os danos inerentes aos processos bioquímicos do corpo.

A intervenção nutricional é capaz de corrigir alguns danos ou aumentar a capacidade do corpo para reparar estes danos em nível celular. Assim, a nutrição correta reduz o risco de doenças relacionadas ao envelhecimento.

Hábitos saudáveis, como manter uma vida social ativa e praticar atividades físicas regularmente, quando combinados com a nutrição adequada são capazes de promover um envelhecimento mais saudável. Além de contribuir para o aumento da expectativa de vida.

O padrão de dieta do Mediterrâneo é o que mais se relaciona à longevidade e à qualidade de vida. É caracterizada por um conjunto de atitudes e hábitos alimentares típicos das populações que vivem no litoral do mar Mediterrâneo, como gregos, italianos e croatas. Além de não fumar e beber moderadamente, este estilo de vida inclui atividade física cotidiana. Os estudos internacionais são animadores. Idosos que aderiram ao estilo de vida mediterrâneo vivem mais e estão mais protegidos contra doenças neuro-degenerativas, contra o câncer e contra doenças do coração.

Por outro lado, os principais problemas apresentados por deficiências nutricionais são a Sarcopenia e a Síndrome da Fragilidade.

A falta de proteínas na alimentação é uma das principais causas destes problemas. Inger menos proteínas e calorias que o necessário e deixar de se movimentar, leva idosos a uma perda significativa de qualidade de vida. Também aumenta o risco de quedas.

Idosos saudáveis devem ingerir 1,0 a 1,2g de proteína, por quilo corporal, por dia. Isto é, um adulto com mais de 60 anos e 70 quilos, deve comer, todos os dias, 70 a 84g de proteína.

Isso se traduz em:

  • café da manhã com iogurte natural e 1 ou 2 ovos,
  • incluir 100g carne, frango ou peixe no almoço e no jantar
  • fazer um lanche com uma fatia de queijo minas e 2 fatias de presunto em pão integral.

Ou seja, não é fácil ingerir a quantidade recomendada de proteína diariamente. Portanto, preste atenção a sua alimentação. Tenha o hábito de consultar as tabelas nutricionais nas embalagens dos alimentos. Não se deixe e não deixe outra pessoa entrar em um quadro de desnutrição.

 

Fonte: Envelhecimento – Uma visão interdisciplinas. Capítulo 8.

Photo by Mariana Medvedeva on Unsplash

2 Comments

  1. Bom dia!!!

    Tenho 64 anos, sou vegetariana à 44anos,
    De uns tempos para cá..não consigo mais comer ovos…e li aqui a importancia da proteina animal…
    Tenho tido alguns lapso de memória., tudo tenho que anotar no azulejo de minha cozinha!
    Gostaria de obter informações nutricionai s, que possam me ajudar…
    Sou ativa…feliz comigo e com a Vida.., mas ess estou sofrendo e com medo de perder a memória. ? E ter que ficar na dependência de familiares!!
    Sempre fui muito ativa…sempre gerenciei em minhas atividades profissionais.,,
    Amo a vida, a Natureza, animais…flores…cuido de meu jardim..e voluntario em uma Ong de cães
    Grata.aguardo informações!

    • O ideal seria procurar um geriatra para entender melhor sobre os lapsos de memória. Depois, pode procurar um nutricionista para garantir uma alimentação balanceada através de um cardápio específico para a senhora. Seria um ato irresponsável sugerir qualquer tipo de dieta sem conhecer a senhora e seu histórico pessoalmente.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo