Banho em idoso com Alzheimer

Quando o portador de Alzheimer não quer tomar banho…

em Demências e Alzheimer por

Conforme a Doença de Alzheimer vai evoluindo, começam a surgir muitos desvios de comportamento. Pessoas antes pacíficas tornam-se agressivas. Pessoas vaidosas passam a não querer tomar banho nem trocar de roupa. Neste momento, a higiene começa a preocupar.

Não querem tomar banho e relutam com relação a esse fato. Muitos brigam e não aceitam o banho. Mas se depois de 20 a 30 minutos, o cuidador sugerir novamente que tome um banho, o paciente poderá aceitar sem resistência. Não se deve forçar ou obrigar a pessoa com Alzheimer no momento em que diz não ao banho. Isso só provocará irritação, nervosismo e agressão verbal. Portanto, nossa sugestão é oferecer o banho a cada meia hora. Na maior parte das vezes, ficar um dia sem tomar banho não será prejudicial.

Também há muitos casos de pessoas que tomam banho espontaneamente mas não se lavam como deveriam e precisam ser ajudados. Frequentemente, querem colocar a mesma roupa que estavam antes do banho. Ou então, às vezes, não escolhem as roupas que vão colocar após o banho e ficam confusos. Perdem a noção de frio e calor. Às vezes, colocando roupas muito leves no frio ou muito quentes no calor. Pode chegar uma fase em que não conseguem vestir as roupas na ordem correta. Podendo, por exemplo, vestir a cueca depois da calça. A partir de um certo momento, as roupas devem ser escolhidas pelo cuidador que também precisará ajuda-los a se vestir.

Damos o nome de apraxia de vestir-se, isto é, desaprendem como colocar as roupas em posição correta.

Recentemente, uma cuidadora relatou que sua mãe, portadora de Alzheimer, não aceita roupas diferentes e fica irritada e nervosa todas as vezes que tem que trocar de roupa. Então, comprou 7 conjuntos de roupa (calça e blusa) exatamente iguais aos que sempre usa. Com isso, após o banho, ela pode colocar roupas limpas sem perceber que trocou de roupa, evitando discussões.

Veja aqui mais algumas dicas para usar quando o idoso não quiser tomar banho.

O mesmo pode acontecer com calçados. Os sapatos devem ser fechados evitando o uso de chinelos para a prevenção de quedas (não levando em consideração doenças osteo-articulares e uso de medicamentos).

Sempre que falamos dessas alterações levamos em consideração o tempo de doença. Em casos de doença em fase mais avançada, podem manifestar outras situações constrangedoras com relação a higiene e eliminações fisiológicas. Perdem orientação espacial e consequentemente podem urinar na sala e outros ambientes da casa. Isto também pode surgir com evacuações em lugares inapropriados, fora do vaso sanitário e em outros ambientes como o próprio quarto. Além disso, podem pegar as fezes e passar nas paredes e até mesmo na boca.

Os pacientes com DA em fase avançada desenvolvem incontinência fecal (eliminando fezes formadas sem percepção de estão evacuando) o que determina o uso de fralda 24 horas por dia. Falaremos sobre isso na semana que vem.

 

Este texto foi útil para você? Agradecemos se puder compartilhá-lo.

 

31 Comments

  1. Obrigada pelas informações. Estou c minha mãe c Alzheimer. Favor preciso de mais informações. Agradeço de coração.

    • Agradeço as orientações. Ficamos desorientados, sem saber como agir com nossos entes queridos que adquirem essa doença! Precisamos das orientações de vocês! Obrigada!

    • Obrigada? Pelas informações enviadas aqui nessa página,
      ois para mim, tem sido de grande importância. Pois tenho minha com Alzheimer, e tem sido uma adição pra mim, não sei como agir, pois de uns dias pra cá, ela vem tendo uns surtos, fica dizendo que vai chamar a polícia, pq quer ir pra Rua, quer ir pro médico, diz que precisa tomar injeção, é muito difícil pra mim, preciso de mais informações, por favor me ajudem obrigada.

  2. Meu marido é portador de DA. Os sintomas como o de Não querer tomar banho foi no começo do problema. Hoje ele só levanta da
    Cama com ajuda,mas qdo sentado levanta se e anda daí precisa que alguém esteja junto pra não cair pois ele tem muito espasmo muscular….por enquanto é isso. Obrigada pelo espaço

  3. minha mãe que tem Alzaimer e um tumor no cérebro recusa fralda coloca até com fita adesiva em volta, fralda calcinha, ela tira antes de fazer xixi , até macacão com zíper ou botão nas costas ela consegue tirar a fralda, faz xixi na cama, no chão e nâo sei o que fazer, para ela ficar com a fralda, alguém pode me ajudar?

  4. Não consigo diferenciar as fases.pois a cada dia é uma novidade.cuido sozinha a família simplesmente desapareceu,me sinto exausta e quase sem forças e com vários problemas de saúde.estou perdendo a direção das coisas.so por deus.na minha vida. Sao Paulo. Me desculpem está muito difícil.

  5. É possível colocar alguém a força contra vontade..em uma casa de repouso. ? Estando ela ainda na maioria do tempo ela está lúcida
    preferindo ficar em casa pois eu não deixei leva-la e família se afastou viraram meus inimigos..(sou filho mais velho)

      • Tenho muito que aprender e gostei do início da aprendizagem. Tenho 3 irmãs e todas têm Alzheimer. Como me prevenir? Tenho 73 anos. Pelo que tenho lido vejo que não existe prevenção . Minhas irmãs liam, costuravam faziam caminhadas todos os dias, tomavam suco verde, palavras cruzadas,comida saudável e para que tudo isso? Tenho 3 irmãos com mais de oitenta anos e eles estão bem! Porque as mulheres tem a doença mais do que os homens?

        • Ainda não se sabe o que causa a doença. Análises estatísticas demonstram que mulheres são mais propensas que homens, mas ainda não se sabe explicar por quê. E a prevenção mais efetiva (não é 100% garantida) é a sociabilidade e manter o cérebro ativo. Sociabilidade: tenha amigos, compromissos diários, trabalho voluntário, trabalho remunerado, etc. É importante manter contato social. Sobre cérebro ativo, quanto maior a complexidade, melhor. Por exemplo: se você fala somente português, comece a aprender inglês ou francês. Se você toca piano, aprenda novas músicas ou novos instrumentos.

  6. Então ,entendo que mesmo o paciente portador de Alzheimer não tenha total lucidez,devemos participar lo de procedimentos a ser realizado nele,chamar para escolher a roupa para auxiliar no seu banho, explicando que ele terá que ser auxiliado para evitar quedas devidos suas medicações serem muito forte , estimular a ir

    caminhar.

  7. Esclareceu muito o pq da falta de banho ; Minha mãe usa a bolsa de colostomia deveria tomar mais banho ; mas é provocar a 3 guerra mundial se falar em banho

    • Rosa Maria Gonçalves, com minha mãe que está na fase inicial da D.A., é assim também: falar em banho é mesmo provocar a terceira guerra mundial, sei bem o que vc está vivenciando.

  8. Rosa Maria Gonçalves, com minha mãe que está na fase inicial da D.A., é assim também: falar em banho é mesmo provocar a terceira guerra mundial, sei bem o que vc está vivenciando.

    • Tem uma tia do meu marido esta com Alzheimer ela mora com uma irmã a família dela não vai muito na casa dela dai comecei a frequentar a casa ela se recusa a tomar banho e briga com a gente ela esta tão suja a irmã dela não consegue fazer ela tomar banho e disse que ela esta mais de 6 meses sem banho quero ajudar ela mas não sei por onde começar ela esta bem agressiva , não tem mais ninguém para ajudar vou tentar fazer o que posso para dar o banho mas esta difícil porque ela vem para cima da gente para brigar.

      • Minha primeira sugestão é entrar em contato com o médico dela e conversar sobre o assunto. Ele poderá alterar a medicação de maneira a facilitar o manejo do comportamento dela. Além disso, há profissionais de saúde de outras disciplinas, como gerontólogos e psicólogos que podem ajudar com terapias alternativas.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo