Dores nas Juntas por Osteoartrite ou Artrose

Dor nas Juntas? Por que as Dores Articulares aumentam com o frio?

em Fisioterapia por

É muito comum, nessa época do ano, quando as temperaturas começam a diminuir e as frentes frias começam a chegar, escutarmos queixas do tipo: “meus joelhos doem quando esfria” ou “esse frio faz mal para minha coluna”. São as dores articulares, popularmente conhecidas como “dor nas juntas”.

Mas será que existe mesmo uma relação entre as variações de temperatura e as dores articulares?

                A resposta é: sim!

Estudos comprovam que as variações de temperatura causam variações também na pressão atmosférica. Essas amplitudes térmicas podem ter um papel direto nos sintomas percebidos pelas pessoas que já tem alguma lesão ou sensibilidade articular. Especialmente idosos, por serem mais sensíveis ao frio e apresentarem características típicas do envelhecimento que acometem as articulações, sentem mais as “juntas” com a redução de temperatura.

Então, o que realmente acontece para justificar esse fato? Conforme comentado acima, a variação de temperatura gera uma alteração na pressão do ar atmosférico. No caso do frio, a queda da temperatura diminui a pressão. Com isso, diminui também o efeito compressivo do ar sob as células teciduais. Isso deixa-as mais susceptíveis a processos inflamatórios e aumenta a sensibilidade dolorosa. Além dessa alteração causada pela diminuição de pressão, o frio também diminui a maleabilidade dos tecidos, aumentando a sensação de rigidez e desconforto.

Como prevenir?

Para casos em que as dores são patológicas e causam verdadeira limitação ao indivíduo, deve-se procurar um fisioterapeuta. Técnicas manuais que trabalham a maleabilidade dos tecidos e termoterapia que gera calor superficial ou profundo podem oferecer alívio importante das dores articulares causadas pelo frio. Mas não se esqueça que, apesar dessas técnicas de tratamento, é importante manter-se agasalhado e quentinho!

Ainda tem alguma dúvida sobre o assunto? Escreva para a gente!

Compartilhe nosso texto nas redes sociais!

5 Comments

  1. Eu sinto dores nas pernas, não somente nas juntas, desde criancinha. Aliás, sei quando o tempo vai virar de acordo com essas dores. Só aliviam com banho bem quente, beber algo muito quente e deitar toda coberta.

  2. Sinto dores no corpo todo.: Pescoço, ombro,caixa torácica,cotovelos,joelhos,nádegas,quadril,pernas,pés,dedos, ao acordar mal consigo levantar da cama e ando como um robô.
    Na crise a dor é constante por quase três meses,dia e noite com dor que se move de um lugar a outro. Hora dói aqui hora dói ali hora dói tudo. Não tem medicação que resolva. Medicação na veia, injeção,comprimido em baixo da língua pra dor aguda e nada. Às vezes o ombro congela que tenho que ficar sem blusa porque não consigo mover o braço. Evito usar calcinha,calça comprida por causa da dificuldade em levantar a perna pra vestir porque dói o quadril.Um abraço é uma tortura, o frio é uma tortura. Se fico em pé dói,se fico sentada ao levantar parece que o músculo atrofiou. Além da dor existe uma dificuldade para caminhar.Às vezes penso que vou acabar numa cadeira de rodas.
    Tenho 49 anos, tive minha primeira crise com 41 anos e a segunda com 43 que duraram quase três meses cada. Mas sinto dores diariamente.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo