Exercícios físicos ajudam a melhorar a memória e a evitar quedas

Como Avaliar E Escolher Um Programa De Atividades Físicas

em Exercícios Físicos por

Exercícios são essenciais à boa saúde. Para todas as idades, todas as pessoas, o ideal é cumprir um programa de atividades físicas com regularidade. Não apenas para aumentar a disposição, mas para evitar ou tratar e amenizar sintomas de muitas doenças. Este fato já é de conhecimento público.

Hoje em dia, vemos um aumento da disponibilização de programa s de atividades físicas para os idosos tornarem-se mais ativos. Bairros, clubes e universidades promovem atividades físicas diversas visando benefícios físicos, psicológicos e sociais.

Porém, deve-se analisar e tomar certos cuidados ao participar de tais programas de atividades físicas.

Em primeiro lugar, deve-se obter a informação sobre os profissionais envolvidos:

– se os responsáveis são profissionais de saúde (médico, enfermeiro, educador físico, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional),

– se as sessões das atividades propostas são ministradas por um educador físico,

– se antes de iniciar o programa de atividades físicas, é feita a anamnese individual (questionário de saúde que aborda questões sobre limitações físicas, condições metabólicas, apresentação de exames laboratoriais, histórico de atividades físicas, medicamentos utilizados),

– se o educador físico é capaz de adaptar atividades e exercícios propostos à qualquer  limitação específica do idoso nas aulas em grupo,

– se existem profissionais presentes capazes de aplicar primeiros socorros ou encaminhamento hospitalar.

Após essa análise, o idoso e/ou seu cuidador deve avaliar se aquela atividade proporcionaria satisfação e prazer em realizá-la. Lembre-se que uma aula pode ser lúdica, mas deve conter todos os elementos que incentivamos a analisar.

Veja as melhores atividades para quem tem osteoporose, ou artrite reumatóide.

O cuidador deve acompanhar as aulas e complementar a atenção do professor ao idoso a que assiste. Numa aula com muitas pessoas, a percepção do professor pode não ser imediata com algum sintoma de pressão baixa, hipoglicemia, infarto, AVC, etc.

Escolha o melhor programa, avalie, pesquise. Sinta segurança ao iniciá-lo e assegure que o mesmo lhe trará apenas benefícios.

Dúvidas? Entre em contato conosco!

1 Comment

  1. Boa tarde. Tenho 63 anos, sempre fui dinâmica e aposentei há 3 anos.
    Me matriculei numa academia e pedi um programa de treinamento de força e resistência com períodos de 30’em atividade diária trabalhando grupos musculares específicos em cada dia.
    No primeiro mês me dediquei bastante, foi período de adaptação.
    No segundo mês foi intensificado o programa de treinamento.
    No terceiro mês foi proposto um programa q não gostei e não me adaptei. Pedi p refazer e mantive o anterior.
    Como nada foi feito após solicitar 3 vezes, desestimulei e comecei a faltar chegando a procrastinação.
    Sou licenciada em Educação Física e Instrutora de yoga.
    Fiquei muito triste com o ocorrido pois é o grande impecílio encontrado nas academias. Não valorizam a fidelização do cliente.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

16 + nove =

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo