Consumo de álcool pela terceira idade

Os Problemas Relacionados ao Consumo de Álcool por Idosos

em Saúde/Sem categoria por

O alcoolismo é uma doença, conforme já tratamos aqui. Seu início e progressão podem ser mais problemáticos em idosos do que em adultos mais jovens. Isso por causa de alguns fatores fisiológicos e psico-sociais relacionados ao envelhecimento. O aumento da sensibilidade aos efeitos do álcool no corpo, é um destes fatores. A interação medicamentosa também é importante. E, por último, doenças que podem ser desencadeadas pelo consumo de álcool.

Dentre os fatores fisiológicos importantes, o consumo de álcool é mais problemático em adultos mais velhos pois:

  • Normalmente, há menos massa muscular para “distribuir” pelo corpo o volume de álcool consumido.
  • Menor produção de catalizadores do processamento de álcool pelo organismo. Isto é, o corpo mais velho produz menos desidrogenases que um adulto mais jovem.
  • Aumenta o sensibilidade do sistema nervoso central ao álcool.

Além disso, considerando que 90% dos maiores de 60 anos fazem algum tipo de tratamento farmacológico, a interação dos “princípios ativos” dos medicamentos com o álcool pode gerar problemas. Por exemplo, pessoas que tomam anti-depressivos podem experimentar uma deterioração das funções motoras com o consumo de álcool. Pessoas que tomam medicação para Diabetes, Insuficiência Cardíaca e Hipertensão podem ter estas doenças agravadas ao consumir álcool. Misturar ácido acetil-salicílico (AAS) ou anti-inflamatórios e álcool pode causar aumento de inflamação gástrica e prolongar uma eventual hemorragia.

Además, é necessário informar que o consumo diário e descontrolado de álcool pode desencadear doenças que até o momento não existiam. Cirrose, Hipertensão, Diabetes Méllitus, Gota e Depressão são alguns exemplos.

O tratamento do alcoolismo acontece através de várias ações concomitantes. Primeiro, é necessário diagnosticar e tratar doenças co-existentes como ansiedade, depressão, diabetes, etc. Depois, é muito importante vencer a auto-negação. Ou seja, o paciente deve admitir que tem o problema. Assim, o médico pode explicar como o álcool afeta sua saúde pessoal e a saúde familiar. Desta maneira, o paciente é capaz de aceitar e cumprir o tratamento. Existem tratamentos farmacológicos (com medicamentos) que podem ser somados a ações psicológicas como terapia ou grupos de apoio, como o AA. O apoio familiar é extremamente importante para que o paciente vença essa doença.

 

 

1 Comment

  1. OS SEUS ARTIGOS, DESCRITOS DE FORMA FÁCIL, NOS PERMITE UTILIZAR NA TRANSMISSÃO DE INFORMAÇÕES JUNTO AO GRUPO DESTA FAIXA ETARIA QUE TRABALHAMOS. SOMOS UM ORGÃO PUBLICO DA ASSISTENCIA SOCIAL.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo