idoso com pele frágil

O Envelhecimento da Pele e suas Características

em Geral por

A pele das pessoas idosas merece atenção especial. Temos a sensação de que a pele das pessoas mais velhas fica mais “fina” e frágil. Mas há motivos de atenção além da fragilidade.

Podemos dividí-la em 3 camadas:

  • Epiderme: é a camada mais externa. Como o ritmo de renovação diminui com a idade, nota-se o surgimento de manchas e possível alteração de cor, que fica mais amarelada. A textura vai ficando mais áspera e ganhando um aspecto translúcido que nos dá a impressão de fragilidade.
  • Derme: é a camada intermediária que sustenta a pele. Este tecido é rico em colágeno e elastina. Durante o envelhecimento, acontece uma atrofia desta camada por destruição das fibras colágenas e fibras elásticas. Assim, surgem as rugas mais profundas.
  • Hipoderme: é a camada mais interna. Formada basicamente por células de gordura, Tem a função de unir a derme ao corpo e de manutenção da temperatura corporal. A tendência é a diminuição da espessura desta camada durante o envelhecimento.

Portanto, podemos concluir que a pele dos adultos mais velhos é realmente mais delicada e vulnevárel que a de pessoas mais jovens.

Se juntarmos esta informação ao fato de que a fragilidade dos vasos sangüíneos capilares (aquele que irrigam a pele) também aumenta, temos uma maior probabilidade de surgimento de manchas avermelhadas na pele. Às vezes, segurar no braço de um idoso com mais firmeza, já causa uma “mancha roxa” no local. Mas devemos ficar atentos: manchas excessivas podem ser sintomas de doenças mais graves. Para melhorar a resistência dos vasos sangüíneos, pode-se aumentar a oferta de vitamina C na dieta. Fazemos isso através alimentos ricos nesta vitamina (laranja, acerola, etc) ou de suplementação.

A instensidade das alterações do envelhecimento dependem de fatores internos e externos. Além de fatores genéticos, o estado hormonal e as reações metabólicas influenciam na saúde da pele. Como fatores externos, temos principalmente exposição à radiação solar, tabagismo e maus hábitos alimentares. Sabendo que a produção hormonal interfere na aparência e envelhecimento da pele, temos mais um fator importante para prestar atenção. Entre outros sintomas, o Hipotiroidismo deixa a pele mais seca. Outras disfunções hormonais também causam ressecamento.

Para minimizar o ressecamento normal, podemos usar cremes hidratantes e evitar banhos muito quentes. Mas, o mais importante é manter-se hidratado. Ou seja, beber bastante água.

Sendo assim, é importante prestar atenção à pele da pessoa de quem cuidamos e à nossa.

O banho é o melhor momento para se observar qualquer tipo de lesão. Sejam hematomas (manchas roxas), hiperemia (vermelhidão) ou assaduras, todo tipo de lesão deve ser tratado. Quando falamos de pessoas acamadas ou mesmo em cadeira de rodas, curar todas as lesões pode evitar úlceras de pressão (escaras).

Veja algumas dicas para convercer um idoso a tomar banho.

Gostou? Compartilhe!

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo