Idoso na academia

O idoso na academia de ginástica. Quais os cuidados necessários?

em Exercícios Físicos por

São muito sedutoras as promessas que uma academia oferece para adquirir clientes. Em sua comunicação de marketing, há fotos artísticas, vídeos cinematográficos, programas com promessas de perda de peso em determinados prazos. Também aparecem aparelhos de última geração e aulas atualizadas com a moda vigente. Há academias que já criaram inclusive horários destinados ao público mais velho em sua programação de aulas.

Um idoso pode sentir-se atraído por este mundo fitness. E devemos incentivá-lo sim a entrar nesta rotina saudável.

Porém, por trás da bela publicidade, o idoso e/ou seu cuidador devem analisar certos quesitos sobre a conduta da academia em questão. Para que a prática seja segura e funcional, listamos alguns cuidados que devem ser analisados. O objetivo é escolher o melhor estabelecimento.

Devemos considerar:

– Avaliar se a academia pede a anamnese antes de inciar o programa. O questionário que avalia a saúde geral (doenças, dores, limitações, medicamentos) é muito importante para adaptar um programa da atividades físicas de maneira segura.

Entenda por que o Pilates é, muitas vezes, uma boa escolha.

– Avaliar se a academia realiza avaliações físicas iniciais e periódicas para determinar as condições de aptidão e evolução. Exemplos são: testes aeróbicos de esteira, resistência muscular localizada e flexibilidade.

Entenda como o processo de envelhecimento afeta a musculatura.

– Analisar se vale à pena realizar programas de exercícios voltados exclusivamente para idosos. Nestes programas as atividades podem ser subestimadas em intensidade e complexidade e o idoso não necessariamente está disposto a este tipo abordagem.

– Pesquisar se os instrutores da academia preparam planilhas de exercícios físicos personalizadas considerando condições e limitações.

– Questionar se estas mesmas planilhas são reformuladas periodicamente (quinzenalmente ou mensalmente no máximo)

– Ter cuidado com aulas em grandes grupos; geralmente o instrutor não consegue ter controle de cada aluno e as intensidades são variadas, podendo ser adequada ou não para o idoso. Este pode freqüentá-las desde que auto-avalie se tem condições e/ou se consegue controlar a sua intensidade, mesmo contrariando, às vezes, as orientações do professor que ministra a aula para o grupo.

– Avaliar se a academia oferece boas condições para alimentação e hidratação (neste caso, atentar-se ao uso de suplementos nutricionais sem a prescrição segura de um nutricionista).

O ambiente de academia de ginásticas é um dos lugares mais apropriados para a prática do Exercício Físico. A atenção e responsabilidade com o aluno idoso, por parte dos funcionários e professores, devem ser determinantes na escolha da academia a ser freqüentada.

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

dezenove − 1 =

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo