Chega o momento em que o idoso deve parar de dirigir

Como sabemos que chegou a hora de parar de dirigir?

em Dia-a-dia por

O ato de dirigir traz sensação de liberdade e independência. É importante, na velhice, a preservação da autonomia e da independência em sua larga escala.

Faz muito bem ao corpo e à alma o sentimento de plenitude de vida. O poder locomover-se é essencial ao ser humano principalmente quando ele é motorista. Motorista que gosta de dirigir e não se vê de outro modo.

Entretanto, chega um determinado momento em que começam os entraves e não se consegue renovar a Carteira de Habilitação. As causas principais da recusa são:

  • infrações cometidas e número de multas,
  • deficiência sensorial,
  • saúde física que traz problemas na prova de renovação ou problemas cognitivos.

As doenças mais comuns em razão da idade avançada e que são causas de maiores riscos à segurança no trânsito são as deficiências sensoriais. A presbiacusia (perda auditiva)  e presbiopia (perda visual) impedem uma pessoa de dirigir. Essas deficiências são claramente aceitas como muito prejudiciais ao motorista. Devemos levar em conta que o motorista é responsável por si e pelos demais na rua, quando está dirigindo.

Medicina do Trânsito

Nos cursos de Medicina do Trânsito, atualmente, já  consta um capítulo próprio sobre o idoso. Com o envelhecimento da  população, já há maior consciência da necessidade de uma avaliação mais profunda. O comportamento da personalidade e avaliação neuropsicológica para identificação de falhas cognitivas em idosos são relevantes. Dois quadros se apresentam como os mais graves para o idoso no trânsito:

1 – Demências e Alzheimer

2 – Parkinson.

A família, nessa hora, tem papel primordial. Em algum momento, ela será questionada se seu pai ou mãe está bem de saúde física ou mental. É a família que ajudará o Departamento Médico do Departamento de Trânsito a compor o quadro clínico do motorista idoso. Ou, até mesmo antes de uma eventual renovação, a família deve se posicionar a este respeito.

Não é fácil nem para o idoso, nem para a família. Não é fácil explicar que a Carteira Nacional de Habilitação não será renovada.

Não é fácil, para o idoso, entender e aceitar a velhice . E que aceitar a velhice não é o mesmo que se ver velho.

Restou alguma dúvida?

Escreva-nos.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo