idoso com tontura.

Tontura e risco de queda: o que fazer para prevenir acidentes.

em Fonoaudiologia por

Os termos Tontura e Vertigem cobrem uma variedade de sintomas em relação a distúrbios da orientação espacial e percepção do movimento, como a ilusão do movimento rotatório (vertigem rotatória clássica) ou o sentimento de insegurança. Distúrbios como estes podem afetar objetivamente a capacidade de alcançar um olhar estável, a postura e o andar.

A tontura é uma queixa bastante comum, principalmente entre os idosos. Estima-se que de 30 a 45% desta população apresentem esse sintoma.

As tonturas no idoso continuam a ser um assunto difícil. Dado o fator subjacente ao comprometimento vestibular devido ao envelhecimento, a abordagem diagnóstica e terapêutica deve ser multissistêmica e orientada para os sistemas visual, proprioceptivo e vestibular. Ou seja, o diagnóstico e o tratamento devem considerar possíveis alterações no:

  • Aparelho Vesitbular: é o conjunto de órgãos do ouvido interno responsável pela detecção de movimentos do corpo. Auxilia na manutenção do equilíbrio.
  • Sistema Proprioceptivo: é um sentido (como paladar, visão ou audição) que fornece ao sistema nervoso central as informações internas do corpo. O sentido da propriocepção é composto de informações fornecidas por neurônios sensoriais localizados na orelha interna. Estes neurônios são capazes de fornecer informações sobre o movimento corporal e a orientação espacial, entre outras coisas.
  • Sistema visual: olhos e nervos oculares.

O teste vestibular atual permite uma caracterização completa da função do equilíbrio e seus défcites, e está se tornando útil como guia para o planejamento do tratamento, em que uma patologia específica da causa está presente, ou se está relacionada apenas por disfunção vestibular causada pelo envelhecimento (presbivertigem). Sob esta última condição, a reabilitação vestibular (RV) deve ser considerada nos idosos em que não se suspeita de outro distúrbio de equilíbrio plausível.

O limite entre o que pode ser considerado anormalidades vestibulares não significativas é que  aqueles que se correlacionam com um maior risco de queda devem ser melhor explorados.

Como as alterações do equilíbrio são responsáveis por 85% das quedas nesta faixa etária, algumas medidas podem ser tomadas para prevenir acidentes:

Entenda aqui por que é importante prevenir as quedas de idosos.

– Estar ciente dos objetos e móveis existentes na casa e suas localizações;

– Evitar escadas;

– Eliminar objetos e móveis desnecessários;

– Mover-se devagar;

– Usar iluminação de orientação;

-Evitar bebida alcóolica;

-Evitar o uso de roupas folgadas e longas que possam enganchar em objetos ou móveis;

– Eliminar tapetes que possam deslizar ou dobrar;

– Estar atento aos animais domésticos, seus brinquedos e recipientes com água;

– Colocar roupas ao fácil alcance, evitando bancos ou escadas;

– Usar calçados bem adaptados aos pés. Evitar chinelos ou pantufas pequenos ou folgados.

 

www.uniksa.com.br

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo