Terceira Idade e história da nutrição com Vitamina C.

A Vitamina C É Mais Importante Do Que Você Imagina!

em Nutrição por

A Vitamina C é uma molécula bastante conhecida popularmente. Com propriedade altamente anti-oxidante, o Ácido Ascórbico (vitamina C) é uma das vitaminas necessárias à boa saúde que deve ser ingerida diariamente em quantidade suficiente através da alimentação.

Entre muitas funções em nosso organismo, ela está diretamente envolvida na produção de colágeno, absorção de ferro e melhora do sistema imunológico. A falta dela pode causar problemas graves de saúde. Entre eles, o considerado mais grave é o Escorbuto. Mas, também se observa sangramento de gengiva, anemia e problemas de cicatrização.

Entretanto, há algum tempo, a comunidade científica verificou que a falta de Vitamina C também aumenta o risco de morte súbita por estresse.

O estresse oxidativo é uma reação química que ocorre em nível celular. Acontece quando há de desequilíbrio entre a geração de compostos oxidantes (radicais livres) e a atuação dos sistemas de defesa anti-oxidante que utiliza o ácido ascórbico e outras moléculas. Dentro das células, a vitamina C é responsável por eliminar os radicais livres tóxicos através de sua propriedade antioxidante.

Há muito tempo, considera-se o estresse oxidativo como o principal contribuinte na indução de danos aos cardiomiócitos (células que formam o tecido do coração) em doenças cardíacas. Além disso, é bem conhecido que o estresse provoca estresse oxidativo e induz a morte súbita cardíaca.

Através de experimentos com camundongos gulo, que, como os seres humanos, não podem sintetizar o ácido ascórbico, demonstraram-se os efeitos do Ácido Ascórbico na prevenção de danos cardíacos por estresse. Camundongos gulo alimentados com dieta insuficiente em vitamina C, sob estresse, mostraram danos cardíacos proeminentes e expiraram em 2 semanas. Esse grupo de animais ainda apresentou alterações estruturais do coração, disfunção cardíaca e enfisema grave. Essas alterações foram causadas pela elevação de citocinas pró-inflamatórias, aumento no estresse oxidativo e uma diminuição notável na produção de noradrenalina.

Assim, a insuficiência de vitamina C causa extenso dano cardíaco sob estresse por meio da regulação da produção de citocinas e hormônios, bem como da homeostase redox, que resulta em morte súbita induzida por estresse.

A quantidade ideal de vitamina C ingerida por dia é de 75 miligramas a 2 gramas. Na maior parte das vezes, quando a quantidade for maior que 2g por dia, o corpo elimina o excesso através do sistema urinário. Mas, pode-se observar insônia, diarréia, dor de cabeça e outros sintomas. Por isso, deve-se evitar suplemento de vitamina C caso você tenha uma alimentação balanceada.

Portanto, para garantir a ingestão da quantidade ideal, sugere-se ingerir:

  • Frutas cítricas: 1 copo de 200ml de suco de laranja puro natural contém 150mg de vitamina C. O limão contém 38mg a cada 100g (veja os benefícios do limão com mel).
  • Acerola: contém quase 1g de Ácido Ascórbico a cada 100g de fruta.
  • Morango, Kiwi, Caju e Mamão Papaya contém boa quantidade de vitamina C.
  • Couve-flor, Repolho Roxo, Tomate e Pimentão Amarelo também são ricos em Ácido Ascórbico.

Por isso, lembre-se que, através da alimentação equilibrada, não é necessária a suplementação de Vitamina C. Mas, se você tem dúvidas sobre sua alimentação, procure um Médico ou Nutricionista.

Fonte: Revista Nature

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo