terceira idade tomando vitamina D

Vitamina D e Exercícios como Prevenção de Quedas e Fraturas

em Sem categoria por

Vitamina D e Exercícios Físicos são 2 fatores reconhecidos pela comunidade médica e gerontológica para prevenção de quedas e fraturas na população mais velha.

Evitar que idosos caiam dentro de casa ou na rua está relacionada é nosso dever dado os altos índices de mortalidade decorrentes de queda. Isto é, as quedas são responsáveis por 70% das mortes acidentais de pessoas com mais de 75 anos no Brasil. Também é a 6a maior causa de morte em pessoas com 65 anos ou mais em nosso país. E, segundo o Ministério da Saúde, 2 em cada 3 casos de queda acontecem dentro de casa.

Em 2017, um estudo procurou entender se a Vitamina D poderia potencializar os efeitos positivos dos exercícios físicos como prevenção de quedas e fraturas.

Muitos fatores de risco para quedas e lesões provenientes de quedas estão relacionados à inatividade física e baixa capacidade funcional:

  • Perda de massa magra natural do envelhecimento com possível redução de força muscular nos membros inferiores. Ou seja, pernas fracas.
  • A velocidade de reação mais lenta.
  • Fragilidade óssea. Ou seja, ossos fracos.

Todos estes fatores podem ser modificados através do hábito de praticar atividades físicas regularmente. Pesquisas indicam que exercícios físicos reduzem em 15% a 50% as chances de queda. Especialmente exercícios incluindo treinamento de força e equilíbrio (pilates é um exemplo). Este tipo de exercício comprovadamente reduz a incidência de queda e consequente fratura na população idosa. A fragilidade óssea especificamente, pode ser revertida mais eficientemente com a suplementação de Vitamina D associada aos exercícios. Isto é, incluir comprimidos de vitamina D no dia-a-dia conforme orientação médica.

Mas, se o hábito de se exercitar for interrompido, os riscos de queda aumentam?

Este estudo, acompanhou 409 mulheres na faixa de idade entre 70 e 80 anos, durante 2 anos. Neste período, elas interromperam o hábito de praticar atividades físicas regularmente. Ficou demonstrado que, sem exercícios, mesmo com suplementação de vitamina D, o risco de queda é maior. Porém, neste período, o risco de quedas foi menor que na população que nunca teve o hábito de se exercitar.

O uso de vitamina D, sem exercícios, apesar de contribuir para o fortalecimento ósseo, não é fator de contribuição para redução de quedas. A suplementação de vitamina D está associada a menores lesões e fraturas quando as quedas ocorrem.

Portanto, independetemente da idade, aqui está mais um motivo para você manter ou iniciar o hábito de exercícios físicos regulares na sua vida: evitar acidentes que podem resultar em morte.

 

Fonte: A 2-Year Follow-Up After a 2-Year RCT with Vitamin D and Exercise: Effects on Falls, Injurious Falls and Physical Functioning Among Older Women. Journals of Gerontology, March 2017.


 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© Copyright 2017 - Idosos.com.br - Portal de notícias para pessoas acima de 60 anos.
Ir para Topo